NOTÍCIAS PRODUÇÕES CALENDÁRIO SOBRE APOIOS CONTACTO LINKS PT |EN

STRINGS OF THOUGHT

STRINGS OF THOUGHT é uma peça de dança contemporânea que usa os media digitais como parte de uma cenografia interactiva. Conceptualmente, o projecto pretende evocar uma reflexão individual e as suas consequências no processo de tomada de decisões. Esta introspecção também questiona a dualidade de quem somos e quem desejamos ser.


Na performance, esta argumentação é materializada através de um sistema de suspensões de cabos presos a diferentes partes do corpo do performer. Estes representam as abstracções dos nossos dogmas pessoais, e condicionam o movimento e desteridade. Este conjunto de cabos apresentam respostas físicas interessantes, uma vez que pode igualmente retrair ou estender. Possuem ainda um sistema de travão, de forma que a aceleração a partir de um certo ponto bloqueia o movimento do performer. Foram também instalados uma série de sensores electrónicos, possibilitando a monitorização digital de várias propriedades do cabo e assim, dinamicamente gerar som e luz através da ligação com sistemas digitais interactivos. Estes sistemas interactivos são compostos por electrónica e programas de computador feitos à medida, especialmente criados para operar em tempo real, tornando possível que a coreografia seja o motor para toda a música e efeitos cénicos.


CRÉDITOS: Direcção artística: Ivan Franco e Lígia Teixeira
Coreografia, Performance: Lígia Teixeira
Música, Sonoplastia: Ivan Franco
Desenho de luz: David Palma, Danny Green
Texto original, Voz-off: Liza Wade Green
Consultoria artística: David Grubbs
Responsável tecnológico: Ivan Franco
Supervisão sistema técnico: António Caetano Monteiro, Pedro Branco, Nelson Zagalo, Universidade do Minho
Construção sistema técnico e interactivo: António Caetano Monteiro, Pedro Ramôa, Vítor Faria, Vítor Neto (UM Dep. Mecânica) e Ivan Franco.


Uma co-produção da MILLIWAYS e Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura.
Em parceria com o 3LD Art + Technology Center, EngageLab e Universidade do Minho.
Este projecto é financiado pela Secretaria de Estado da Cultura / DGArtes.